Fale Whatsapp

Esmac forma novos profissionais

 em Graduacao, Noticias
Compartilhar

A Escola Superior Madre Celeste (ESMAC) realizou, nessa terça-feira (27), as cerimônias de Colação de Grau 2017.2, no auditório do Seminário São Pio X, em Ananindeua. A outorga de grau foi dividida em duas sessões solenes: colandos de administração, História, Letras, Gastronomia, Pedagogia, Ciências Contábeis, Matemática, Educação Física foram os primeiros a receberem o título de novos bacharéis, licenciados e tecnólogos. Em seguida, às 19h, deu-se início a outorga dos cursos de Direito e Enfermagem. As solenidades foram presididas pela Diretora Geral da Esmac, Professora Nilse Pinheiro, e pela Diretora Acadêmica, Sandra Christina, que contaram ainda com a presença de coordenadores dos cursos e professores paraninfos das turmas.

A formatura 2017.2 marca a outorga de grau da primeira turma de Gastronomia. Após a solenidade, a emoção tomou conta de alunos  com os discursos dos oradores e paraninfos. A professora Juliana Dias e o Professor Samir Jorge foram escolhidos os paraninfos das turmas.

Ainda na cerimônia, foram premiados os alunos destaques de cada curso, que receberam uma certificação e um voucher com 50% de desconto para os mais de 25 cursos de Pós-Graduação da (Esmac), com isenção na taxa de inscrição. Os premiados foram: Raphaele Saraiva (Pedagogia), Rita de Cássia Valente (Letras), Ana Carolina Souza (História), Renata Ribeiro (Gastronomia), Katiacilene Silva (Enfermagem), Milene Pinto (Direito), Tayna Cavalcante (Direito), Danilo Barbosa (Educação Física) e Diego Vital (Educação Física).

Abrilhantando a noite dos novos profissionais do Estado, o “Coral da Esmac” deu o tom nas melodias de cada homenagem sob a regência do Professor e Maestro, Iracildo Castro. A diretora geral da Esmac, Prof.ª Nilse Pinheiro, reforçou que o momento foi de muita emoção para os pais, familiares e, agora, os novos bacharéis do Estado do Pará, que já chegam ao mercado de trabalho com grande responsabilidade. Ela aproveitou o momento e manifestou seu protesto contra o sistema educacional brasileiro, que não investe na educação de crianças e jovens para que no futuro possam ser profissionais bem qualificados para o país. A diretora lembrou ainda que a Escola Superior Madre Celeste tem avançado muito em sua acessibilidade, no que se refere a créditos estudantis dos programas do governo.   “Ao longo da graduação destes alunos, a Esmac, conseguiu uma relação de troca. Não foi apenas a instituição que passou aprendizado, os alunos também ofereceram conhecimento para todos”, declarou.

Ao término das duas sessões, os alunos fizeram questão de registrar o momento com fotos ao lado de seus padrinhos, professores, amigos e direção acadêmica.

Confira nossa galeria de fotos aqui:

 

Texto: Rita Martins
Fotos: Dantas

Comentários

Comentários

Veja Também...

Digite uma palavra-chave e pressione ENTER para buscar