Fale Whatsapp

COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS?

 em ESMAC In Dica, Noticias
Compartilhar

O primeiro caso de Coronavírus confirmado da região Norte, foi divulgado nesta sexta-feira (13), diagnosticado no estado do Amazonas. A confirmação ocorreu após o Amazonas ter 12 casos suspeitos e oito descartados.Há menos de uma semana, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que vivemos uma pandemia do novo coronavírus, e, diversos países reforçam a partir desta segunda-feira suas medidas de isolamento e bloqueio de fronteiras diante da disseminação.

O Brasil vive uma explosão do surto: até este domingo havia 200 casos confirmados pelo Ministério da Saúde no Brasil, número que tem subido exponencialmente, já que há dezenas de casos confirmados por hospitais particulares e secretarias estaduais de Saúde ainda não foram contabilizados.A coluna ESMAC IN DICA perguntou, no dia 13 de fevereiro, ao Professor do Curso de Biomedicina da Escola Superior Madre Celeste  Akim Nobre, sobre a COVID – 19, que, esclareceu dúvidas sobre o assunto. Na data da entrevista, ainda não havia casos confirmados no Brasil.

Acompanhe a matéria na íntegra

1- Existe um perigo real de disseminação do vírus no Pará?

Professor Akim: Qualquer local do mundo está sujeito ao processo de disseminação do vírus, o que inclui os municípios paraenses também. No entanto, para que ocorra a efetiva propagação do patógeno, é necessário o contato direto com indivíduos infectados e/ou com histórico de viagem aos locais que já relataram a circulação do COVID – 19.

2 – O que é considerado um caso suspeito?

Professor Akim: Todo indivíduo que apresentar sintomas como febre, tosse, dificuldade respiratória e relato de contato prévio com pessoas que viajaram para locais com casos confirmados, devem ser considerados suspeitos.

3 . Qual a diferença entre a gripe e o coronavírus?

Professor Akim: A gripe é um processo patológico (doença) causado pelo vírus Influenza, enquanto que o coronavírus é um agente infeccioso capaz de ocasionar síndrome respiratória grave, sendo mais perigoso para os grupos de risco como gestantes e idosos e crianças.

4 . Qualquer hospital pode receber esse paciente?

Professor Akim: Como estamos falando de um agente infeccioso com alta capacidade de circulação entre seres humanos, os hospitais mais indicados para a admissão de casos suspeitos são os que possuem um setor rigoroso de isolamento/quarentena.

5 . Por quanto tempo a doença pode ficar incubada?

Professor Akim: De acordo com dados publicados na literatura científica, o período de incubação do vírus pode chegar a até 14 dias.

6 . Qual exame detecta essa doença?

Professor Akim: O exame mais indicado para confirmar a infecção é a PCR em tempo real para COVID – 19. Este teste é capaz de identificar a presença do material genético do agente infeccioso na amostra biológica do paciente.

7 . Quais cuidados os profissionais de saúde devem ter ao entrar em contato com suspeito?

Professor Akim: Utilizar os equipamentos de proteção individual e coletiva ao contato com indivíduos suspeitos; evitar permanecer por muito tempo em ambientes fechados com indivíduos que estejam tossindo ou espirrando; lavar sempre as mãos e utilizar álcool em gel sempre que tocar em superfícies de manuseio coletivo (ônibus, corrimões).

8 . Dicas simples de prevenção à infecção pelo coronavírus?

Professor Akim: Utilizar as instruções descritas acima e sempre buscar informações de fontes científicas e fidedignas para se atualizar e poder orientar outras pessoas ao redor. Informação precisa, salva vidas!

Texto e fotografia: Lucy Silva

Imagem: Agência Norte Comunicação/Divulgação.

Comentários

Comentários

Veja Também...

Digite uma palavra-chave e pressione ENTER para buscar